2013/03/23

INTEGRIDADE

Jó 1:1-12

Essa semana Deus tem colocado em meu coração um assunto muito sério. Deus tem falado sobre integridade.

Uma das palavras mais difíceis de lidar com ela por parte dos "EVANGÉLICOS" é "INTEGRIDADE". Viver uma vida irrepreensível diante da sociedade e principalmente diante de Deus é algo que não atrai os modernos crentes do século XXI. Esta palavra é muito usada e citada nos meios políticos, nos programas de candidatos a um cargo na vida pública e até nas igrejas. Mas qual é o seu verdadeiro significado? Vejamos.
"INTEGRIDADE" vem do latim "INTEGRITATE", na raiz significa "INTEIRO" que não se fragmenta, em nosso contexto de igreja ser integro quer dizer em: não ter uma face religiosa e outra profissional, não ter uma face religiosa e
outra comercial, não ter uma face religiosa e outra estudantil, não ter uma face religiosa e outra Familiar, ou seja é você vivenciar sua espiritualidade e sua fé firmemente na igreja ou em qualquer lugar onde você esteja ou qualquer que seja a circunstancias

Tenho percebido no meio evangélico, mais acentuado nestes últimos anos que os cristãos estão departamentalizando  ou melhor setorizando a sua fé, estão setorizando os valores do reino de Deus. E isso faz com que muitos sejam íntegros em determinadas áreas enquanto outras áreas não.

Exemplo: Um "CRENTE" de uma grande igreja, pessoa considerada modelo pelos seus parceiros foi a uma lanchonete e lá pediu dois sanduíches. Solicitou que fossem embrulhados, pois iriam viajar e os consumiriam no trajeto. Quando pararam a uma distância confortável, o cidadão verificou que ao embrulhar, o garçom havia embrulhado R$ 1.200,00. Preocupado com o emprego do funcionário ele retornou para devolver o que havia encontrado. O gerente ficou tão espantado e feliz com o que via que disse:- Vou chamar a televisão e os jornais e registrar o ocorrido. Vocês merecem uma matéria nas primeiras páginas. Vocês são pessoas "íntegras"!!! Mas o homem, meio constrangido respondeu: – Oh! Não, não, não> Nem pense nisto. Não queremos nos expor a este ponto. Inclinando-se na direção do gerente ele sussurrou: – Não quero foto ou algo semelhante nos jornais, pois a mulher que está comigo é casada com outro homem!!!.

Perceba meus irmãos que esse exemplo nos deixa claro que podemos ser íntegros em determinadas áreas enquanto em outras nãos e o que é pior não vêrmos problemas e agir assim. Esta é a situação dos "EVANGÉLICOS" hoje. Há honestidade em alguns aspectos, mas em outros é melhor manter escondido o que fazem. A "INTEGRIDADE" é relativa e ocasional, ela depende de fatores, de oportunidades e de situações.

Muitos podem ser íntegros no aspecto financeiro mais imorais nos relacionamentos, fofoqueiros, invejosos, briguentos, barraqueiros... alguns podem ser íntegros em todas essas áreas que eu falei no entanto, não sabem ou não querem perdoar aos outros e portanto não são íntegros ao cristianismo verdadeiro pois que é baseado e fundamentado no perdão.

Essa departamentalização de valores se deve a uma religiosidade farisaica, os fariseus e escribas agiam da mesma forma. O próprio Jesus os acusou desse pecado várias vezes. As igrejas estão cheias hoje, lotadas, mas sem medo de errar eu diria que as essas pessoas estão cheias da igreja e não cheias de Deus. Estar numa igreja não o faz cheio de Deus, o que faz você ser cheio de Deus é buscar a retidão a integridade em todas as áreas de sua vida.

O grande problema da sociedade sem Deus é a duplicidade de comportamento. Integridade e retidão são qualidades de homens que temem a Deus. O homem sem Deus pode viver de qualquer jeito, porque não teme a justiça divina. Alguns só temem a justiça humana, mas sabem que esta também tem seu preço.

As Escrituras afirmam que "de Deus não se zomba", e "aquilo que o homem semear ele também ceifará". Jó era homem temente a Deus e nisto estava a base de sua integridade e retidão. Essas qualidades são produzidas por Deus, porque o homem não produz integridade e retidão por si mesmo, a não ser que Deus produza em seu caráter, o caráter de Jesus Cristo.

Retidão se, refere a caráter. Integridade e retidão são qualidades de homens e mulheres que temem a Deus

A história de Jó é muito conhecida. Ela fala de um homem que enfrentou sofrimentos os mais terríveis, mas que conseguiu vencer na vida devido a sua integridade, paciência, fé e confiança em Deus. Deus testemunha de Jó dizendo ser ele um homem "íntegro, reto, temente a Deus e que se desviava do mal" (Jó 1:1 e 12). Nessas características de Jó, a que deu sustentação a todas as demais foi a sua integridade. Vamos refletir sobre a integridade de Jó.

I – INTEGRIDADE NO CARÁTER

É necessário salientar que quando falta integridade na vida de uma pessoa ela passa a ter duas caras, o seu caráter e a sua conduta passam a ser ambíguos. A pessoa sem "INTEGRIDADE" vive de uma maneira na igreja, de outra na sociedade e de outra no trabalho. Ela não possui equilíbrio nas suas posições. A Bíblia diz: "MELHOR É O POBRE ÍNTEGRO EM SUA CONDUTA DO QUE O RICO PERVERSO EM SEUS CAMINHOS" – Provérbios 28:6. É importante frisar que a integridade não tem preço, cor, razão social ou nacionalidade. Uma pessoa íntegra não anda preocupada, ela não precisa se valer dos famosos "JEITINHOS" para se safar de situações inusitadas criada pela sua conduta.

Integridade, qualidade de íntegro, inteiro, inteireza, retidão, pureza etc. Íntegro é o indivíduo que sente, pensa, fala e age da mesma forma, isto é, há coerência entre aquilo que ele pensa, fala e age. Assim era o caráter de Jó, assim vivia Jó e isso incomodou Satanás que irado, tentou de tudo para destruir a sua vida. Temos visto pessoas falarem uma coisa, mas fazerem outra completamente diferente e até afirmam ser cristãs, mas agem como alguém que não conhece, nem teme a Deus. Pessoas assim, sem integridade de caráter, não agradam a Deus e vivem presas por Satanás. Deus disse ao Seu povo: "Esse povo com seus lábios me honra, mas tem afastado de mim o seu coração." (Isaías 29:13).

Precisamos parar e ponderar sobre o nosso comportamento dentro e fora da igreja e observarmos se temos sido pessoas integras diante de Deus em todos os sentidos e em todos os momentos. Podemos ter tido uma bela educação familiar podemos ser integro em muitas áreas, mas tenho a certeza que se formos honesto conosco mesmo e fizermos um Rx veremos que existem áreas em nossas vidas que precisam ser trabalhadas. Lá no fundo existe uma ira que precisa ser trabalhada, um rancor ou magoa que precisa ser curado, uma incredulidade que precisa ser vencida, enfim não adianta fazermos vistas grossas por que o nosso Deus não faz. O salmista diz:

Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.Salmos 139:2-3

Deus quer meu irmão que vc busque essa a noite a integridade, a retidão, que você se quebrante diante dEle pois ele conhece os teu caminhos, tudo esta diante dos olhos Dele

Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca. Apocalipse 2:16

II- INTEGRIDADE NA FÉ

Jó, imediatamente após receber as mais terríveis notícias do que acontecera com os seus filhos, ele manteve a sua integridade na fé e declara: "Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá. O Senhor deu e o Senhor tirou; bendito seja o nome do Senhor" (Jó 1:20-21)! E depois de toda essa tragédia, ele adoece e a sua esposa o aconselha a abandonar a Deus e morrer e ele responde: "Como fala qualquer doida, assim falas tu... Em tudo isso não pecou Jó" (Jó 2:7-10). Por muito menos, tantos que se diziam cristãos e fiéis discípulos de Jesus, o abandonaram, deixaram de crer em Jesus e nas Suas Promessas. Tudo isso por que colocaram sua fé nas coisas, no material, na Igreja e quanto instituição

É inevitável percebermos que os "EVANGÉLICOS" modernos estão construindo seus alicerces espirituais sobre AREIAS MOVEDIÇAS, principalmente nos areais da teologia da prosperidade. Não há ninguém preocupado com o que deixarão como legado para a posteridade, ninguém está disposto a gastar tempo fiscalizando a sua vida, inspecionando o que recebem como material para a edificação e se o local é apropriado para a construção. Tem muita gente pensando que a mudança de aparência pode ajudar em alguma coisa. Muitos estão brigando para preservarem o estereotipo, mas se esquecem da alma e do coração. Dizem: Se mudar a minha aparência, a da minha casa ou do meu carro ficarei feliz. Quanto engano!!!

Somente aqueles que tem recebido o verdadeiro conhecimento de Deus, por meio da Palavra do Evangelho, pode chegar a ter comunhão com Cristo. O apostolo Paulo nos diz que ninguém que não tenha posto a velha natureza, com sua corrupção e suas concupiscências, pode dizer que tenha recebido o verdadeiro conhecimento de Cristo. Tem que ser transformado de dentro pra fora. O evangelho não é uma doutrina da fala, mas da vida, aparência externa sem mudanças internas é besteira, é perda de tempo, somente quando Cristo e seus valores possuir a nossa alma e penetrar no mais profundo dos nossos corações é que possuiremos a verdadeira integridade.

A METAMORFOSE é algo que acontece de dentro para fora, é algo espetacular. É formidável ver um casulo, depois de um determinado tempo se transformar em uma linda borboleta. Aquilo que era aparentemente feio, depois de uma mudança radical, agora é um espetáculo da natureza. Quando somos transparentes uns com os outros, quando somo íntegros na nossa conduta, a nossa beleza interior é revelada, a nossa vida é exposta na sua profundidade, não atrás de mascaras ou de véus enganosos. O contrário de metamorfose é a palavra "METASCHEMATIZO", que significa "MUDAR A APARÊNCIA". Daí a derivação da palavra "MASCARADO".

Hoje, lamentavelmente os "EVANGÉLICOS" vivem nesta situação, com máscaras de toda a sorte para esconderem o que de fato são. Muitos estão com feridas profundas na alma e no coração, mas escondem isto da sociedade e tentam esconder inclusive de Deus.

A integridade a Retidão em nossa fé, em nossa vida como um todo, deve ser a meta final de todos os crentes. Não é justo atemos um compromisso com Deus, onde tratamos de cumprir parte de nossas obrigações omitindo outras, segundo o nosso gosto e capricho.

Antes de tudo Deus exige sinceridade em seu serviço e simplicidade de coração, sem engano nem falsidade

 III- INTEGRIDADE NAS ATITUDES

Uma vida que se desvia do mal

Deus se agrada de uma vida que se afasta, se desvia do mal. Ao ressaltar a integridade de Jó, o texto diz que ele se desviava do mal. Isso significa que seu estilo de vida era o resultado de uma atitude. Ele se esforçava para se manter íntegro. Sabia que não estava imunizado contra o erro e que precisava estar atento o tempo todo para não cair, não se corromper.

Muito diferente foi a vida de Ló, que sabia que os moradores de Sodoma eram grandes pecadores contra o Senhor Gen. 13:13, mas foi armando a sua tenda até chegar naquela cidade e ali se estabeleceu, rejeitando a ajuda dos anjos para tira-lo daquele meio perverso, pois havia se acostumado com o mal. Foi salvo da destruição porque os anjos foram insistentes e o arrastaram para fora da cidade.

No Salmo 40:12 Davi diz que estava cercado pelo mal "Males sem número me cercam". Daí a necessidade que temos de nos desviar do mal, ao contrário seremos alcançados por ele, e teremos nosso caráter comprometido, manchado, corrompido. O cristão está cercado pelo mal e precisa viver como Jó, desviando-se do mal.

O crente tem que tomar cuidado para não cair no erro de "o vale tudo". Quando olhamos o mundo parece que a esperteza vale mais do que a integridade. A esperteza, até no meio dos crentes vale mais do que a Integridade.

Temos vistos crentes dando volta e mais voltas se colocando em todo tipo de situação escusa para não pagarem impostos, e no entanto são os primeiros a estarem insatisfeitos com a administração pública. Jovens desonrando a Deus praticando sexo antes do casamento, outros com seus corações fechados para receber e dar perdão, outros estão tão ensimesmados que não estendem a mão pra ajudar um irmão no que for preciso.

A conduta do cristão deve ser íntegra sempre prestando atenção para que nenhuma atitude venha envergonhar o nome do seu Senhor. O bom testemunho dado pelo servo de Deus em casa, na escola, na faculdade, em seu local de trabalho e aonde mais ele costume frequentar é uma questão de integridade diante de Deus.

Satanás desafiou Deus, apostando que Jó iria mudar de atitude, abandonaria a sua fé e deixaria de seguir ao Senhor quando as coisas começassem a ficar difíceis para ele, quando a sua sorte mudasse e viesse um tempo de provação.

Realmente, para quem não tem firmeza de caráter e de fé, basta que Satanás "bata o pé em sua direção" e ele já foge, já se entrega às tentações, muda de atitude e começa a mentir, pecar as escondidas e por fim, desiste de Deus.

O ímpio é muito diferente! A Bíblia declara que o mal está em seu coração, Salmo 28:3 "Não me arrastes juntamente com os ímpios e com os que praticam a iniqüidade, que falam de paz ao seu próximo, mas tem o mal no coração".

II- Uma vida comprometida com Deus

Deus deseja que sejamos comprometidos com Ele. Isso é diferente de ser apenas religioso. Milhões de pessoas são religiosas, mas não tem qualquer compromisso com Deus. O texto diz que Jó era temente a Deus. TEMER é tributar reverência e respeito. Isso significa que Jó era um servo de Deus consciente do seu papel; tinha uma vida devota e submissa. Seu prazer era amar ao Senhor e obedecer a sua palavra.

Em Eclesiastes 12:13 lemos "Temer a Deus e guardar seus mandamentos é todo o dever do homem". Mas, o que é TEMER ao Senhor? Temer a Deus não é ter medo, mas é perceber a grandeza de Deus, perceber quem ELE é. E isso depende de conhecê-lo. "Conheçamos e prossigamos em conhecer" é o desafio de Sua palavra. Por isso há tanta ênfase nas escrituras ao temer a Deus. "O temor do Senhor é o principio da sabedoria". O conhecer a Deus é o principio do saber, pois só assim podemos conhecer a nós mesmos.

Jó amava a Deus. Vemos isso quando foi incitado por sua esposa a blasfemar contra Deus e morrer. Ele respondeu: "Falas como qualquer doida, temos recebido o bem de Deus e não receberíamos o mal? Porque eu sei que o meu redentor vive e que por fim se levantará sobre a terra" Jó 2:10 e 19:25. Esta é sem dúvida uma declaração de fé.

Jó era amigo de Deus. Não é o nome que define nosso caráter mas nosso compromisso com Deus. Independente de qualquer coisa, você pode decidir obedecer a Deus e servi-lo sempre, tendo assim uma vida que agrada a Deus.

Conclusão

Como está sua vida? Acha que está agradando ao Senhor? Que tal deixar tudo de lado e se entregar ao Senhor de todo seu coração, de toda sua alma, e com toda a força de sua vida? Ele vai ajudar você a ter um bom caráter, a se desviar do mal.

Em Cristo você poderá ter uma vida nova. "Se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo." II Cor. 5:17.

2 comentários:

Maroun disse...

É um estudo muito real e profundo,vai ajudar muitas pessoas a enxergarem as suas realidades,a fazerem um raio X de si mesmos, que poderá leva-los a mudanças necessária na área de integridade.

Anônimo disse...

Hoje (16/11/14) a CPAD trouxe em sua lição da escola dominical o tema "INTEGRIDADE" baseada no livro de Daniel...e esse texto veio bem de encontro, embora não o tenha lido antes da lição, foi um complemento para o ensino de hoje.. que possamos ter nossas vidas baseadas na integridade de Jó e Daniel e muitos outros e principalmente em Jesus... A Paz do Senhor Jesus esteja contigo.