2014/11/18

O perigo de começar bem e terminar mal


Melhor é o fim das coisas do que o princípio delas;..." (EC 7:8)

Esta é a minha bíblia, eu sou o que ela diz que eu sou, eu tenho o que ela diz que eu tenho, eu posso fazer o que ela diz que eu posso fazer, hoje eu serei tocado pela palavra de Deus.

Eu Audaciosamente confesso que a minha mente está alerta o meu coração está receptivo, eu estou pronto pra receber a incorruptível, a indestrutível sempre viva semente da palavra de Deus.

Eu nunca mais serei o mesmo, nunca...nunca...nunca no nome de Jesus.

Queridos estamos chegando ao final de mais um ano e eu penso ser necessário fazermos uma reflexão séria nesse momento sobre a nossa caminhada com Jesus.

Poucas pessoas gostam de tomar a atitude de revisar suas próprias vidas. A maioria das pessoas estão tão perto da bancarrota que se envergonham de revisar sua própria contabilidade.

E muitos de nós assemelhamos ao néscio avestruz, que, quando é perseguido de perto pelos caçadores, enterra sua cabeça na areia e fecha seus olhos, e pensa que pelo fato de não ver seus perseguidores, então está seguro.

Na verdade, grande parte da humanidade, se envergonha de revisar sua própria biografia. Ou que me levou a rever a minha?

Essa semana eu e a Cris estávamos escutando um pod cast de um testemunho de uma irmã em Cristo, que me fez a refletir sobre muitas coisas.

Essa Senhora foi casada com um pastor durante 40 anos, um homem muito inteligente, crente, professor do seminário, pastor de uma grande igreja com mais de 1200 membros, um homem que teve uma vida ilibada durante boa parte de sua vida, só que no final dela ele foi enredado pelas artimanhas do diabo e acabou caindo em adultério com um membro de sua igreja...

 e isso destruiu seu casamento, seu ministério e mesmo depois de se reconciliar com Deus, com sua esposa e com seus filhos, essa situação vivida por esse homem destruiu seu próprio coração, não sendo mais o mesmo homem que fora antes em todos os sentidos.

Ele morreu em 2007 aos 61 anos de um ataque fulminante do coração. Segundo sua esposa, ele recebeu perdão de todos menos dele mesmo, ele não conseguiu se livrar da culpa.

Quando eu escutei esse testemunho o meu coração estremeceu e fui cheio de temor de Deus e lembrei que a palavra dizia algo a esse respeito e encontrei esse texto de Eclesiastes 7.8

Melhor é o fim das coisas do que o princípio delas;... (EC 7:8) Palavras tão sabias de um rei. Pena que ele mesmo não tenha se atentado para elas. A história desse rei se assemelha a história desse homem e de outros tantos... E pode ser a nossa história também se não refletirmos sobre ela.

Salomão é um exemplo negativo de gente que começou bem e terminou mal.

Cheio de humildade no início da vida, pede sabedoria pra viver, se tornando o homem mais sábio do mundo...ele recebeu um nome que significa "paz". O termo hebreu familiar, conhecido em todo o mundo, shalom, está diretamente ligado à raiz do nome "Salomão". Escreveu provérbios, Eclesiastes e cantares.

  Salomão começou bem sua  trajetória com Deus. Salomão era tido por o homem mais sábio dos seus dias: Era mais sábio do que todos os homens...e correu a sua fama por todas as nações em redor. Compôs três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco. Discorreu sobre todas as plantas... também falou dos animais e das aves, dos répteis e dos peixes. De todos os povos vinha gente a ouvir a sabedoria de Salomão, e também enviados de todos os reis da terra que tinham ouvido da sua sabedoria. (1 Reis 4.31-34).

No fim da vida se enrolou com os deuses de suas concubinas. Seu gosto por mulheres, setecentas ao total, Destruíram o seu temor e elas fizeram Salomão fazer aliança com os outros povos/deuses.

e acabou caindo na idolatria e prostituição: 1.1 Ora, além da filha de Faraó, amou Salomão muitas mulheres estrangeiras: ...Tinha setecentas mulheres, princesas e trezentas concubinas; e suas mulheres lhe perverteram o coração. 11.4 Sendo já velho, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era de todo fiel para com o SENHOR, seu Deus, como fora o de Davi, seu pai. 11.5 Salomão seguiu a Astarote, deusa dos sidônios, e a Milcom, abominação dos amonitas. 11.6 Assim, fez Salomão o que era mau perante o SENHOR e não perseverou em seguir ao SENHOR, como Davi, seu pai. Pelo que o SENHOR se indignou contra Salomão, pois desviara o seu coração do SENHOR, Deus de Israel, que duas vezes lhe aparecera. (1 Reis 11.1-9). Podemos dizer que Salomão começou bem sua carreira com Deus e terminou mal.

Queridos eu e você estamos escrevendo a nossa biografia a cada novo dia. A nossa postura, a nossa atitude, os nossos gestos sejam eles para o bem ou para o mal, estão sendo escritos no livro que conta a nossa historia neste chão que pisamos dia a dia.

E essa biografia revelará de forma implacável nosso enredo, que sempre será composto de começo, meio e FIM. O chão da existência humana conta-nos que existem muitas pessoas que começaram bem. Todavia, infelizmente terminaram desastrosamente.

Há alguns exemplos na Bíblia que nos contam sobre os que começaram bem e terminam mal:

REI SAUL: Saul foi o primeiro rei de Israel. Governou a nação por quarenta anos. Seus primeiros anos foram bem-sucedidos, porém seu reinado terminou de forma trágica.

Não basta começar bem; é preciso terminar bem. Não basta iniciar a jornada com bons propósitos; é preciso completar a carreira com integridade. Saul se desviou do caminho e pegou alguns atalhos perigosos.

Sua obediência parcial se tornou desobediência total. Sua demora em obedecer a Deus se tornou rebelião deliberada. Sua dureza de coração e sua impiedade lhe fecharam a porta do arrependimento.

REI UZIAS: Começou bem: começou a reinar bem jovem, com dezesseis anos e tinha a aprovação popular para o seu reinado (v. 1);fortaleceu o controle de Judá ao erguer construções no importante golfo de Elate (v. 2);fez o que era reto perante o Senhor (v. 4);tinha um ótimo mentor espiritual, ou seja, Zacarias (v. 5); buscou ao Senhor e por isso Deus o fez prosperar (v. 5);foi vitorioso nas guerras e edificou cidades e guarnições em territórios inimigos (v. 6,7); recebia tributos estrangeiros e obteve muita fama (v. 8); teve vários projetos de construção (v. 9,10);teve muita abundância (v. 10);teve um grande exército de 307.500 homens altamente treinados e equipados inclusive com armamento exclusivo inventado pelos homens de Uzias (v. 11-15).

Terminou mal: terminou seus dias leproso, morando sozinho, separado da família, dos amigos e excluído da Casa do Senhor. Texto: 2 Crônicas 26.1-23

DEMAS: é outro exemplo de como não deve ser nossa caminhada terrestre. Considerado colaborar de Paulo, elogiado por sua dedicação irrestrita à causa do Reino, prisioneiro voluntário para acompanhar Paulo na prisão de Roma, depois de um tempo recebe uma palavra decepcionante que sai do punho do próprio Paulo se queixando a Timóteo: Porque Demas, tendo amado o presente século me abandou e foi para Tessalônica. Começou bem e terminou mal.

Temos casos de igrejas que perderam o foco, que antes eram benção, e depois foram motivo de exortação e reprimendas. Também começaram bem e terminaram mal.

 OS GÁLATAS: Palavras de Paulo: Admiro-me muito que vocês estejam passando tão rapidamente daquele que chamou vocês na graça de Cristo para outro evangelho.

Agora que conhecem a Deus, como estão voltando aos velhos rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo querem ser escravos? Vocês começaram bem a corrida da fé, quem os impediu de continuar a obedecer à verdade? Começou bem e terminou mal.

OS EFÉSIOS: Essa igreja começou bem. Amor efervescente, nunca esmorecia, trabalhava sem cansar, perseverante, suportou provas incríveis pelo Nome de Jesus, aguerrida no propósito de agradar a Deus, conhecedora das Escrituras, desmascarava homens maus e falsos profetas mentirosos.

 Ponto. Mudou para pior. Abandonou a chama do primeiro amor. Caiu da alta posição da graça, derrapou na lama da religiosidade legalista. Precisava se arrepender. Se lembrar de onde havia caído.

Queridos nestes exemplos podemos tirar uma lição estarrecedora que gera em mim muito temor, a lição é bons começos nem sempre são bons indicativos de boas finalizações... ministrar...

Portanto, aquele que pensa que está firme tenha cuidado, não caia. (1 CORÍNTIOS 10.12)

É claro, que é sempre melhor começar bem e terminar bem e coroar com sucesso o final de qualquer coisa na caminhada que cada um de nós temos que trilhar nesse mundo, incluindo casamento, emprego, relacionamentos, vida financeira, principalmente e incomparavelmente a carreira cristã, há uma diferença entre a corrida de 100m e a maratona. 

A vimá cristã  é uma maratona e não uma corrida de 100m. Por isso é necessário termos um ritmo médio, mas constante, mas em alguns casos, quando nossa humanidade interfere, ou quando nos quedamos diante de fraquezas, em última análise, é melhor começar mal, mas terminar bem.

O fim sempre é mais determinante que o começo, ainda mais quando se define nosso destino eterno, no fim.

Desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor" (Filipenses 2:12

Por fim existe uma lista de pessoas que começam mal, mais podem sofrer uma grande virada na vida e termina bem. Como eu disse anteriormente, ainda estamos escrevendo a nossa historia de vida.

Não é porque tudo vai mal agora que você esta fadado ao fracasso. Eu quero que você entenda que não é porque alguém começou mal que vai termina mal. Começar mal não indica que você está predestinado a derrota.

Existe na bíblia exemplo de pessoas que começaram muito, mais muito mau e terminaram bem.

MOISÉS: começou mau. Ele era um homem com um nível de ódio, irá e rancor terrível. Ele começa a sua historia cometendo um assassinato, mais terminou muito bem.

No deserto da vida Deus ensinou a Moisés a paciência, humildade e mansidão, a ponto do próprio Deus no final da historia de Moisés dizer: não há na terra homem mais manso do que Moisés. Você acha que a sua história não pode ser mudada querido irmão?

PAULO: começou sua historia autenticando o apedrejamento de Estêvão. Perseguindo a igreja e prendendo os irmãos para depois serem mortos nas arenas.

Começou perseguindo a igreja, mas se tornou o maior defensor dela. Deixou um legado impressionante.

Paulo foi o maior escritor do Novo Testamento. Ele escreveu treze cartas. Suas cartas são mais conhecidas do que qualquer obra jamais escrita na história da humanidade.

Suas cartas têm sido alimento diário para milhões de crentes em todos os tempos. Essas cartas são luzeiros que brilham, pão que alimenta, água que sacia a sede, verdades inspiradas pelo Espírito Santo que ensinam, exortam e levam pessoas a Cristo todos os dias.  

Ele termina sua vida de uma maneira tremendamente bem. As suas ultimas palavras foram:

Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. (2TM 4:7)

O LADRÃO DA CRUZ: a qual a tradição diz que se chamava Dimas. Começou como ladrão de coração frio. Mais no ultimo minuto ele clama por sua vida e tem sua história eterna transformada, E Jesus lhe diz: hoje mesmo estarás comigo no paraíso.

Tem muita gente que pensa que irá pro céu,  mas existe um que temos certeza que já esta lá, e esse  é o ladrão.

Existem pessoas que se apertam, em uma sensação de impotência e de culpa. Já estão assim a tantos anos, que acham que não existe mais saída e por isso não buscam mudança.

Existem pessoas que se entregam ao fracasso cedo demais. O ladrão da cruz poderia muito bem lhe dizer que enquanto há vida há esperança. Esta na hora de virar o jogo da vida e se esforça para fazer grandes coisas.

O fim é melhor do que o começo, isso significa que o melhor da vida ainda estar pra vir em nome de Jesus.  O importante não é como você começa, mas como você termina.

Eu me encho de esperança e gratidão incontida, pelas novas chances que são oferecidas aos segundos, terceiros e até últimos lugares na corrida Da vida cristã,

me alegra saber que alguns corredores, mesmo com algumas falhas que a vida lhes impôs, ou tropeçando de cansaço pelo caminho, mesmo assim, serão últimos convidados a ser primeiros, incentivados a subir ao pódio da fé e firmarão para sempre os pés ali.

Apresento queridos irmãos nessa noite dois lados de uma mesma moeda, cara ou coroa, terminar bem ou terminar mal

Eu aprendi queridos irmãos que na vida o começo de uma jornada é sempre o momento mais fácil, é o momento que temos todo nosso entusiasmo, fé e esperança.

Por isso, Deus não se importa tanto como começamos nossa jornada, pois nessas condições começar bem é algo natural. Mas para Deus, o importante é como terminanos  nossa jornada. É o fim que vale para Deus..

 É claro que isso é um paradigma a ser quebrado, pois muito de nos fomos ensinados que o vencedor é aquele que chega em primeiro lugar.

Muita gente tem se machucado por esse espírito de competitividade gerado em nós, mas o que o mundo espiritual pensa dos vencedores é bem diferente, para ele o vencedor é aquele que termina sua jornada, que cumpre a missão que Deus estabeleceu. que vive um cristianismo verdadeiro a cada dia é não religioso, que se alimenta da palavra.

Se para a sociedade é uma corrida de competição, para Deus é uma corrida de resiliência, uma corrida de perseverança, na qual vence  aquele que cumpre o chamado permanecendo até o final...

....mas quem ficar firme até o fim será salvo. (Mateus24.13)

terminar bem é a melhor coisa....


Áudio:  http://www.mixcloud.com/1ipisjp/serm%C3%A3o-de-091114/

Nenhum comentário: