2006/10/02

Alegria que nasce na angustia...

Quero refletir sobre esse texto I Samuel 1. 19-22, é um texto lindo, que enche o nosso coração de alegria e nossos olhos de lágrimas, mas muito mais que isso, muito mais que apenas uma emoção este texto nos traz ensinamentos profundos que vem do coração de Deus Pai ao encontro do nosso coração, ensinamentos que se revelam através da vida do casal Elcana e Ana.

Elcana, era um homem temente a Deus, cujo o significado de seu nome é “Deus fundou”, originário de Efraim, filho de Jeroão, da descendência de Davi da família Rama-taim de Zofim que lhe concedia muita influência em Israel. Ele tinha 2(duas) esposas: Ana e Penina.

Ana, esposa de Elcana mãe de Samuel cujo o nome significa “misericórdia, graça, Javé compadeceu-se” foi uma mulher estério até que Deus interpôs-se na situação e a abençoa-se com a benção da fertilidade sendo mais tarde mãe de 4(quatro) filhos e 2(duas) filhas.

O texto que lemos é o final feliz da história desse casal, uma história de muita dor, sofrimento, rejeição e preconceito, sofrido pelo casal, em especial por Ana pois ela era estério o que significava ignomínia (desonra) para a mulher israelita, pois, segundo a mentalidade da época, ela estava debaixo da ira de Deus. A esterilidade era como castigo e isso trazia tristeza ao coração de Ana. O texto nos conta que Ana todos os anos subia com seu marido para adorar e sacrificar a Deus e sempre era importunada por Penina a qual a irritava e a provocava por ela ser amada por Elcana, provavelmente Penina jogava em sua cara a sua esterelidade o qual a entristecia muito e num certo dia ela entrou no templo profundamente angustiada e orou de todo o coração à Deus e Ele atendeu o seu clamor fazendo com que em meio a sua angustia brotasse a alegria.

E é através deles e desse contexto que Deus quer falar conosco e nos mostrar que em momentos de sofrimento e muita dor, á alegria pode nascer em meio a angústia, se tivermos a mesma atitude ou postura que eles tiveram frente a sua dificuldade.

1. Eles tiveram disposição para estar na casa do Senhor

Elcana e sua família subiam anualmente a Siló uma cidade pequena ao norte de Betel, para adorar a Deus e participar das festas.

Fico a imaginar o sofrimento que era para Ana rever os seu parentes com aquele olhar acusador, como ela se fosse amaldiçoada, sem falar de Penina sempre a humilhando perto deles, ela teria toda desculpa para nunca mais aparecer naquela festa religiosa, festa dedicada a um Deus que a tinha amaldiçoado com a esterelidade, mas queridos não foi assim que ela agiu, mesmo amargurada e com uma ansiedade profunda, Ana refugia-se no templo e busca o alívio no Senhor Vs 7 e 10

Apesar de sua vergonha ela não se afastou da casa de Deus e foi no templo, junto à Deus, perante o sacerdote Eli, que ela conseguiu alívio, é claro, que não foi o templo em si, como um lugar físico, que retirou a angústia do coração dela, mas sim a sua sinceridade na busca de Deus, o qual resultou na presença restauradora do Senhor.

Queridos, hoje podemos ver que é grande o número de pessoas distantes da casa de Deus, bem como, é grande o número de pessoas angustiadas e ansiosas em nosso meio, em nossa sociedade. Pessoas que se afastam de Deus ao primeiro sinal de dificuldade, não fazem como Ana que mesmo sofrendo afrontas busca a casa de Deus para alívio de suas tensões.

Para alegria nascer em meio a angústia é preciso que voltemos para Deus, busquemos a sua casa na certeza de que nela nós encontremos alívio, pois o Deus do templo garante dias melhores para aqueles que o buscam sinceramente em Cristo Jesus.

2. Eles fizeram uma real entrega da angústia ao Senhor

Uma real entrega do problema ao Senhor foi o fator primordial para que eles obtivessem o alívio e alegria naquele momento tão importante.

No Vs 10 nos mostra que a oração de Ana foi extremamente autêntica, profunda e íntima com Deus ao ponto de ser considerada uma pessoa embriagada, mas ela disse:

“...porém venho derramando a minha alma perante ti, Senhor”

É dessa maneira que se alcança uma resposta positiva de Deus, especialmente em meio às situações complexas da vida. É dessa maneira que a alegria pode brotar em meio à angústia... quando o Senhor ver em cada um de nós, uma maior sinceridade naquilo que está pedindo. Tiago afirma que muitos pedem a Deus mas não recebem porque pedem mal. Mas é ele que também diz:

“ Chegai-vos a Deus e Ele se chegará a vós outros” Tg 4:8 foi justamente isso que fez Ana, ela se achegou a Deus e pôs os seus problemas aos pés do Senhor e confiou e saio da presença do Pai confiante.

Vs 18 “ e o seu semblante já não era mais triste”

Quantas vezes dizemos que confiamos nEle quando estamos orando, mas assim que saímos de sua presença ficamos ansiosos receosos se Ele realmente ouviu. Precisamos crer que o nosso problema realmente foi solucionado assim como Ana creu.

3. Eles cumpriram fielmente o voto assumido perante o Senhor

Queridos, esse foi outro fator decisivo para que a alegria brotasse em meio a angústia, a disposição do casal em cumprir o voto feito.

Ana havia feito uma promessa que se o Senhor atendesse a oração dando-lhe um filho, ela o daria ao Senhor por todos os dias de sua vida.

E foi isso que justamente aconteceu, pois quando o menino foi desmamado, Ana o devolveu a Deus.

Infelizmente nem sempre tem sido assim em nosso meio, muitas pessoas em momentos de angústias, fazem votos ao Senhor, dizendo a Ele que se houver libertação...farão isso ou aquilo, mas nem todos acabam cumprindo esses votos e por isso os problemas não param de aumentar em suas vidas. A palavra de Deus chama esses votos de "votos de tolos." Olhando para a vida desse casal, aprendemos como devemos nos comportar na hora da angústia, da dor...ao invés de fugirmos...vamos à casa do Senhor, e, depositemos diante dele o nosso pedido e cumpramos cabalmente todas as nossas promessas.

Fique na Paz de Cristo

Marcelo Navarro




Obtenha o novo Windows Live Messenger! Experimente!

10 comentários:

iris disse...

muito bom a sua msg gostei que o senhor possa lher da a graça ......abraços

Programa Geração 2000 disse...

Senti dentro do meu coração, Jesus falando comigo.
Obrigado
Que o Senhor Jesus conceda o desejo do seu coração.

Evangelista Ney Bellas disse...

Amém! Sábias palavras...Muito boa esta reflexão! Que o azeite nunca cesse de jorrar sobre a sua vida.
Irmão, antes de encerrar, peço ao irmão que me perdoe, mas creio que há pequenos erros de digitação no texto que o amado poderia corrigir.
Paz

Evangelista Ney Bellas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Marcelo Navarro disse...

Ok irmão acho que corrigi a todos, Obrigado...

Anônimo disse...

Muito edificante essa menssagem, que Deus continue sempre te usando como esse vaso de honra e de sabedoria. A paz do Senhor Jesus.

DIACONO FLAVIO disse...

eu dou gloria a DEUS por sua vida meu amado , quero lhe parabenizar por essa menssagem , me ajudou muito , obrigado , que DEUS derrame muitas benção sobre sua vida em nome de JESUS, amem...

VALMIR FLOR disse...

muito bom

Daniela disse...

;sua mensagem tem fundamento gostei

Eremilton disse...

Ainda não li a mensagem' mas gostei do fato de vc afirmar q a sua palavra vem de Deus e não precisa citar a sua fonte, mas a Dele... exemplo p/ muitos...